Dossiê Rê Bordosa

fevereiro 21, 2008

Para quem gosta de documentários, saiu a lista de selecionados para o Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade, que esse ano ocorre em São Paulo e Rio entre os dias 26/03 e 06/04 e logo em seguida em Brasília.

Alguns destaques da programação são os filmes dedicados à música, como Waldick Sempre no Meu Coração, estréia de Patrícia Pillar na direção e discorre sobre o impacto do romantismo de Waldick Soriano na vida de inúmeras mulheres, Procura-se, de Rica Sato, sobre a influência do músico vanguardista do fim dos anos 60 Mário Rocha e que foi esquecido pelo tempo, O Errante Navegante, de Fernando Andrade, sobre Caetano Veloso e o inglês Joy Division, de Grant Gee, que reconstrói a carreira da banda e o suicídio de Ian Curtis, vocalista, no fim dos 70. Anteriormente, Gee havia dirigido Meeting People is Easy, que documenta os bastidores de uma turnê do Radiohead.

joy.jpg

Porém, meu filme mais aguardado do festival é o curta-metragem Dossiê Rê Bordosa, praticamente minha cine-biografia.

Trata-se de um documentário que entrevista o pai da personagem, Angeli, e desvenda os reais motivos que o levaram a assassinar sua criatura mais famosa, além de trazer depoimentos de outros quadrinhistas sobre o impacto dessa tragédia no cenário nacional. Até aí, morreu Neves!

Porém, além de intercalar pequenas esquetes em que Rê Bordosa ‘contracena’ com outras criações de Angeli, todos os entrevistados também foram transformados em animação e seus depoimentos foram recriados em técnica de stop-motion.

 

dossie_re_bordosa-1.jpg
Rê Bordosa bate um papo com o jovem Angeli em um mictório da cidade

 

dossie_re_bordosa-22.jpg
Anos depois, seu criador fala da morte e ressurreição da sua personagem.

Rê Bordosa já havia sido objeto cinematográfico anteriormente, em Wood & Stock: Sexo, Orégano e Rock’n’Roll. Abaixo, minha cena favorita do longa de Otto Guerra (pra já ir dando um gostinho 2D):

 

Anúncios

4 Respostas to “Dossiê Rê Bordosa”


  1. […] o documentário sobre o Joy Division, o Dossiê Rê Bordosa e outras coisas que eu já tinha falado aqui. O festival vai até o dia 06 e acontece simultaneamente em São Paulo e no Rio, para depois migrar […]

  2. JADOS Says:

    EU QUERO COMPRAR ESSE FILMEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE


  3. […] segunda é Joy Division, filme que já havia sido exibido no É Tudo Verdade e que analisa sob o ponto de vista documental a carreira da banda de Manchester e a trágica morte […]


  4. […] em Cannes, Dossiê Rê Bordosa, animação documental de César Cabral que eu já havia falado aqui, e Blackout, estréia na direção de Daniel Rezende, o Oscar-nominated montador de Cidade de […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: