Dylan

março 21, 2008

E por falar em Bob, vale lembrar que ele foi um dos precursores do videoclipe. Nos anos 60, época em que a MTV nem sonhava em existir, o cantor gravou o video de Subterranean Homesick Blues, em que carrega um monte de cartazes com os versos da letra da música; este se tornou um clássico e ganhou inúmeras releituras e referências ao longo dos anos.

Entre elas, uma cena no filme Simplesmente Amor.

Porém, minha paródia favorita é a de Weird Al Yankovic, um comediante americano que já fez piada com todo mundo da música – de Madonna a Nirvana – e que tem uma versão do vídeo de Dylan, cuja letra é toda feita de palíndromes – aquelas frases que podem ser lidas de trás para frente sem que seu sentido se altere.

Anúncios

Uma resposta to “Dylan”


  1. […] Janeiro 5, 2009 Em 1965, o diretor Albert Grossman acompanhou Bob Dylan durante a passagem de sua turnê pela Inglaterra e registrou não apenas os shows do músico por lá, como também os bastidores e entrevistas em que Dylan destila um pouco da sua filosofia, seu momento criativo e a relação com jornalistas e fãs. Este registrou resultou no documentário Don’t Look Back, de onde se extraiu a clássica cena em que Mr Dylan canta Subterranean Homesick Blues segurando cartazes com trechos da letra da música. Tal cena pode ser considerada o marco inicial da era videoclíptica na música popular e já foi recriada inúmeras vezes em diversas paródias e citações (há algum tempo, até fiz um post sobre isso, lembra?). […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: